terça-feira, 25 de abril de 2017

Na segunda, já no trabalho, me lembro que no domingo à noite bebemos muito, em casa mesmo. No fim da noite, M. inscreveu meu email numa promoção para ganhar 10 perfumes Jequiti, respondendo à pergunta "O que é mais importante? A inteligência, a memória ou o raciocínio? A pergunta dizia isso, mas todas as opções apareciam como memória.

E marcou a caixinha para eu receber promoções por e-mail.

=(

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Um ano em que tanta coisa mudou para o bem e para o mal. Tantas coisas eu aprendi e a mais importante talvez tenha sido abrir mão do controle. Eu, que estava tão acostumada a ser só eu, a fazer tudo do jeito que eu queria, quando eu queria, como eu queria.

Tanta coisa que eu não posso controlar, não mando em nada.

Meu desejo para 2017 é que a gente fique bem apesar de qualquer coisa. Que a gente lembre sempre que tudo passa, que nada é definitivo. Que nem tudo a gente controla e que a gente tem que ficar bem assim mesmo.



Que a gente se trate bem, como a gente trata quem a gente ama.

Feliz ano novo!